frescas‎ > ‎

Fevereiro acordou com MENT

posted Mar 1, 2020, 12:21 PM by Sardinha Media   [ updated Mar 1, 2020, 12:22 PM ]

O festival MENT deslumbrou quem viu e ouviu: uma montra singular que todos os anos diverge do mainstream, revelando os novos talentos desta geração!
Desde as conferencias relacionadas com as editoras que, como Chris Eckman da Glitterbeat Records, sediada na Eslovénia, acredita em contar a história de artistas e culturas diferentes, novos artistas de vários países, incluindo Scuru Fixado de Portugal, que marcaram pela diferença tão necessária nesta época de pop(corny) e histórias dos artistas contadas em primeira pessoa por Rob Challice da Paradigm Agency, UK, agente de Billy Bragg, Bon Iver, Briston Maroney e Calexico (entre muitos outros), cujo tema principal pautou pela discussão da sustentabilidade de continuar a fazer albums e tours de promoção nesta new-age digital e em consideração pelo planeta! 
O festival contou ainda com o workshop  Europe in Synch, um projeto de acção preparatória da Music Moves Europe que promove o desenvolvimento de jovens músicos envolvidos ativamente no licenciamento de sincronização, promovendo o uso da música europeia no cinema e na publicidade dado por dois portugueses: João Santos e Nuno Saraiva da Lisbon Music Supervision.
Para a história ficam a actuação de abertura de Dakh daughters, um grupo da Ucrânia com 6 elementos multi-talentosas, dedicadas ao espetáculo meio circense, meio burlesque em que cada uma toca, canta e dança um sem fim de ritmos e tons que criam uma incrível harmonia com o público a reagir com emoção!
Escusado será dizer que quem aqui vem, não vai para casa de mãos a abanar - o MENT é contagiante e criou a necessidade de continuar a descobrir novas realidades musicais!
Comments